Convite

CONVITE MUDA

Pesso@s do mundo informai-v@s

  A Rádio Muda está emitindo a todo vapor, esperando a sua voz com os Mic's abertos, e buscando fortalecer o papel de uma Rádio Livre, preencher a sua grade com conteúdos voltados e criados por todos os membros da comunidade, e também fortalecer a comunicação para além da comunidade acadêmica 

Como um princípio, a Muda não faz propaganda ou apologia a partidos, empresas, corporações e religiões, e, claro, repudia qualquer discurso com teor facista, de incitamento ao ódio racial ou similar. Mas nunca impede e, sim, incentiva a divulgação de todas as lutas, causas, informações e ideias através da radiodifusão ou vias livres.

Assim, enquanto ferramenta de comunicação livre e democrática, a Rádio Muda fortalece o chamado para que tod@s [grupos, núcleos, movimentos, CA's, produções independentes, ou nada disso]  usem a rádio como expansão e construção de ideias, fortalecendo lutas e contribuindo de fato para a comunidade.

Conheça a Muda, sua programação, história e possibilidades de comunicação livre: muda.radiolivre.org

Faça parte da programação com um programa ao vivo ou gravado.

AGRADECIMENTO

A Muda tarda mas não falha.

O Coletivo da rádio Muda – Rádio Livre agradece imensamente à todos que estiveram presentes na oficina neste último sábado.

Estávamos com uma proposta de oficina que, dado nosso atraso [subir uma antena não é coisa fácil, rs] acabou tomando outros rumos, rumos maravilhosos ao nosso ver enquanto coletivo. O diálogo sobre mídia, mais precisamente sobre radiodifusão, foi levantado e debatido por todos, e tivemos a oportunidade de contar nossa experiência enquanto coletivo, e ouvi-los enquanto comunidade.

Wikipedia censura verbete da Rádio

Em um ato de censura, a Wikipedia alterou o verbete da Rádio Muda, que estava sendo construído colaborativamente por várias pessoas e já possuia várias referências acadêmicas e técnicas, por um verbete de duas linhas que cita duas matérias tendenciosas e mentirosas com relação à rádio por parte da Globo e Estadão.

Abaixo à censura na Wikipedia!

 

Oficina de Rádio Livre na Vila União

Transmissão: o que produzimos vs consumimos?

A rádio Muda, coletivo de Rádio Livre, em parceria com cursinho Herbert e Maloca, convida toda a comunidade para uma experiência em FM, que ocorrerá no próximo dia 21, na Maloca Arte e Cultura durante mais um “Café com Carolina”.

A proposta é aprendermos como e o que é preciso para a criação de uma rádio FM. Durante a construção iremos inserir o debate sobre Mídia: suas possiblidades e barreiras, sua atuação e o quão isso traz representatividade e afeta cada realidade. Levaremos também uma pouco sobre a Rádiodifusão abordando o histórico sobre radiolivrismo.

Teremos como convidados, para levar uma pouco de arte e entreterimento a nossa transmissão, os queridos DJ Vinícius Xegado e MC Maurício. A ideia é que a participação musical possa ir além dos nossos ouvidos e olhos mas, também, para o circuito FM que testaremos em oficina.

Levem sua expressões, o mic estará aberto.

Levem seus fones, fiquem antenados, uma nova frequência estará no ar.

Carta aberta do Cursinho Hebert de Souza

O Cursinho Herbert de Souza, com 18 anos de existência ininterrupta, e seus parceiros vem por meio desta Carta Pública denunciar à sociedade A VENDA (sob matrícula nº143113) DO TERRENO onde está a sua sede (Rua Dusolina Leone Tournieux, Vila União – Campinas/SP). Essa venda foi realizada sem nenhum debate ou consulta pública, e pode gerar a extinção desse equipamento, que cumpre a função social de garantia de acesso das classes populares à rede pública de ensino técnico e superior.

Rádio livre no Cursinho Alternativo Herbert de Souza!

Oficina de Rádio, Comunicação e Rádios Livres com o Coletivo Rádio Muda em cojunto com a oficina de Hiphop do Maurício  no Festival de Arte do Cursinho Alternativo Herbert de Souza

Escute abaixo as canções de Rap produzidas durante a oficina

Grupo 1  

Grupo 2  

Grupo 3  

Oficineiro - MC Maurício   

Mais uma matéria mentirosa do Correio Popular de Campinas

Na manha do dia 20/05/2015 o site do jornaleco Campineiro Correio Popular apresenta uma matéria assinada pela desinformada Sarah Brito.

A matéria, mais uma vez, tenta difamar a rádio Muda com o argumento de que interferimos na segurança áerea. Porem sem nenhum embasamento científico para tal afirmação!

a Rádio Muda opera em 88,5MHz, frequência distante da faixa de comunicação de aeronaves, que vai de 118 a 136MHz, excluindo portanto a possibilidade de interferência de canal adjacente.
Qualquer harmônico da frequência da Rádio Muda também não está dentro da faixa alocada para comunicação de aviões, e não existem emissoras FM próximas a Rádio Muda que permitam que ocorra a geração de frequências produto de intermodulação.
O transmissor utilizado e construído para a Rádio Muda usa filtro de harmônicos (passa-baixa) com alta rejeição (maior que 40db) e tem emissão de expúrios em canal adjacente compatível com a máscara de emissão estabelecida pela Anatel, atestada por engenheiros elétricos da Unicamp, utilizando analisador de espectro.
Não existe nenhuma medida de campo que comprove qualquer interferência da Rádio Muda em aviões ou outras emissoras de rádio.

Brasil comete violação de direitos humanos ao tentar calar a Rádio Muda

Em seu Informe Anual a Relatoria Especial para a Liberdade de Expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos menciona a Rádio Muda como tendo sido vítima de violação da liberdade de expressão quando agentes da Anatel levaram nossos equipamentos.

O documento na íntegra pode ser lido em:

http://www.oas.org/es/cidh/expresion/docs/informes/anuales/Informe%20Anual%202014.pdf

Oficina da Muda no Festival de Arte do Cursinho Alternativo Herbert de Souza!

Dia 23/05 a rádio Muda estara no Festival de Arte do Cursinho Alternativo Herbert de Souza, para fazer uma conversa/oficina de rádio Livre. Levem suas ideias, audios, musicas, poesias, etc...  durante a oficina sera gravado um programa!

Confira abaixo o convite e a programação completa

ALERTA – Solidariedade à RÁDIO GRALHA – EL QUINTO – ELCA

Há tempos os coletivos que ocupam junto com a comunidade estudantil e externa vem recebendo informações mentirosas e ameaças de despejo, seja da Reitoria da UFPR, seja também, inclusive, da gestão do DCE,  assim desgastando toda a energia que mantemos em auto-gerir as atividades e ações realizadas tanto dentro, mas principalmente fora do prédio.

O prédio foi ocupado já faz mais de um ano, com legitimação da última e da atual gestão do DCE. Além disso em Conselhos de Entidade de Base (CEB) e Assembléias Estudantis fomos legitimados por nosso uso político no espaço.

Programa PARA RAIO!!

Atendendo ao convite o programa Para-raio esta incluso na transmissão,  gravado remotamente que sera transmitido nas ondas livres 88.5 FM. Participe você também! Apareça na reunião semanal (Segunda as 20h) e apresente seu projeto, ou entre em contato pelo email contatomuda@riseup.net

Seleta de falas sobre o ultimo fechamento e reabertura da Radio Muda

 

Entrevista Radio Digital

 

 

Rafael  fala sobre Radio Digital

Radio Digital

Radio Digital e Espectro Livre

 

Entrevista com Di Melo

Neste Sabádo dia 28/02 haverá show do Di Melo em Campinas. Comemorando 40 anos de um dos melhores albuns dos anos 70, o imorrível dará uma entrevista exclusiva, ao vivo, diretamente do pau do Zefá, na rádio Muda.

A partir das 20:30 do dia 28/02. Sintonize 88,5 FM na região de Barão Geraldo, ou escute o streaming

RAC repete prática comum da ditadura militar

A Rede Anhanguera de Comunicação (RAC) em matéria publicada no dia 23 de fevereiro de 2015, reproduz práticas típicas de alguns veículos da mídia durante a ditadura militar ao classificar a Rádio Muda como clandestina e tentar criminalizar o movimento de luta pela liberdade de expressão.

A análise  da questão feita pela jornalista Sarah Brito expõe um dos maiores problemas da mídia brasileira, que se auto-denomina veículo de comunicação, mas na prática é composta por empresas que pura e simplesmente defendem interesses próprios, relacionados à manutenção do status quo da mídia brasileira, dominada por antigas oligarquias.

Resposta a matéria publicada no Correio Popular dia 22/02

Como de costume a mídia comercial está mais preocupada em fazer sensasionalismo do que realmente informar as pessoas. Uma amostra disso é a matéria publicada Domingo (22/02) no site do Jornal Correio Popular de Campinas assinada pela jornalista Sarah Brito.

A matéria fala sobre a volta das transmissões da rádio Muda, mas contém uma série de informações falsas que provam que a jornalista em questão é ou despreparada ou mal intencionada:

ZINE MUDA

O primeiro Zine da Muda em 2015.

O primeiro Zine da Muda marcando o regresso da Muda após o golpe de 23-02-2014.

Recebendo a bixarada com muito amor.

Contamos com vocês no pau do zefa!

 

 

 

A Rádio Muda está de volta e a todo vapor !!!!

Prezad@s,

É com muita alegria que comunicamos que a Rádio Muda esta de novo no ar em 88,5 FM estralando nas ondas de Campinas com potência e qualidade, também podendo ser ouvida pelo streaming aí do lado esquerdo do site.
Apesar dos esforços de autoridades malignas como Anatel, Ministério Público e outras (cês sabem quem são!) estamos transmitindo e exercendo o nosso direito à liberdade de expressão da melhor forma possível,

Pages