Apresentação

Pirata é a ANATEL que está atrás do ouro!!! A ditadura militar pode ter acabado mas a repressão continua. Um grande exemplo disso são as leis que regem os instrumentos de comunicação, que se mantêm inalteradas desde o regime militar. Essas leis são fiscalizadas pela ANATEL, Agência Nacional de Telecomunicações, que age juntamente com a Polícia Federal, e elas têm o poder de nos tirar o direito de se comunicar livremente, pois a concessão para ondas de rádio é apenas cedida a grandes empresas que tem, inevitavelmente como única finalidade, o lucro. Por isso, o conteúdo de seus programas é tão banalizado e as informações veiculadas são apenas as que os convém, negando a pessoas comuns e a movimentos sociais a possibilidade de divulgarem suas idéias. Uma alternativa a esse monopólio são as rádios livres e comunitárias, que não têm "rabo preso" com políticos, não dependem do "jabá" para tocar suas músicas e não têm interesses comercias. Elas existem em todo o mundo; no Brasil, ficam em maioria nas periferias, em universidades e espaços culturais. Resistem com uma programação voltada para o interesse da comunidade, abrem espaço para novos artistas e fazem com que a arte continue viva, não sendo subordinada à truculenta indústria fonográfica. Por quebrarem o monopólio das grandes empresas de telecomunicação e não se adequarem ao esquema comercial de transmissão, essas rádios são perseguidas, lacradas e, muitas vezes, seus programadores são presos e violentados. Em Campinas, resiste há mais de 10 anos no ar a Rádio Muda, uma rádio livre, criada por estudantes da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), mas que hoje possui programadores dos mais variados tipos - os chamados mudeiros -, que compõem até hoje o coletivo anti-autoritário coordenador da rádio. Esse modo de se organizar/coordenar garante liberdade de opinião, participação e expressão a cada novo e velho integrante, que tem a possibilidade de fazer como bem entender o seu programa, dando a rádio grande diversidade de sons e idéias. Quem já escutou sabe como é o contraste ... São aproximadamente 200 programadores, que mantêm a rádio no ar 24 horas por dia, trasmitindo vários estilos, tais como hip-hop, MPB, reggae, rock, heavy metal, samba, hard-core e noise ou programas sobre futebol, esperanto e movimentos sociais. Ninguém paga ou recebe para fazer programa; é a vontade de cada um que os leva até lá. Mesmo tendo recebido algumas visitas da ANATEL junto com a Policia Federal, mas eles nao vão nos calar, continuamos nossa luta de "democratização" dos meios de comunicação. Continuem ouvindo a rádio, e entrando em contato pelo e-mail ou pelo telefone (19) 3387 7908 Agradecemos a audiência e o apoio por todos esses anos! O Coletivo da Rádio Muda Não acredite no que você ve, ouve ou le na midia... acredite em você mesmo!!!! Crie sua propria midia Se você quer montar uma rádio livre, entre na área de textos tem varios textos com informações tecnicas sobre como montar uma rádio, é mais facil do que você imagina! Fodam-se todas as formas de repressão. VIVA A LIBERDADE!!!!!!! * "Todo homem tem direito à liberdade de opinião e expressão. Esse direito inclui a liberdade de receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios, sem interferências e independentemente de fronteiras" (Declaração universal do Direito do Homem, 1948, Art. XIX) * "É livre a expressão da atividade intelectual, artística, cientifica e de comunicação, independentemente de censura ou licença." (Constituição Brasileira, Art. 5 IX) * "A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veiculo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Contituição." * "Parágrafo 1: Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço para a plena liberdade de informação jornalistica em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no Art. 5º IV, V, X, XII e XIV." (Constituição Brasileira - Art. 220)

Add new comment