Convite

CONVITE MUDA

Pesso@s do mundo informai-v@s

  A Rádio Muda está emitindo a todo vapor, esperando a sua voz com os Mic's abertos, e buscando fortalecer o papel de uma Rádio Livre, preencher a sua grade com conteúdos voltados e criados por todos os membros da comunidade, e também fortalecer a comunicação para além da comunidade acadêmica 

Como um princípio, a Muda não faz propaganda ou apologia a partidos, empresas, corporações e religiões, e, claro, repudia qualquer discurso com teor facista, de incitamento ao ódio racial ou similar. Mas nunca impede e, sim, incentiva a divulgação de todas as lutas, causas, informações e ideias através da radiodifusão ou vias livres.

Assim, enquanto ferramenta de comunicação livre e democrática, a Rádio Muda fortalece o chamado para que tod@s [grupos, núcleos, movimentos, CA's, produções independentes, ou nada disso]  usem a rádio como expansão e construção de ideias, fortalecendo lutas e contribuindo de fato para a comunidade.

Conheça a Muda, sua programação, história e possibilidades de comunicação livre: muda.radiolivre.org

Faça parte da programação com um programa ao vivo ou gravado.

Entrevista com Di Melo

Neste Sabádo dia 28/02 haverá show do Di Melo em Campinas. Comemorando 40 anos de um dos melhores albuns dos anos 70, o imorrível dará uma entrevista exclusiva, ao vivo, diretamente do pau do Zefá, na rádio Muda.

A partir das 20:30 do dia 28/02. Sintonize 88,5 FM na região de Barão Geraldo, ou escute o streaming

RAC repete prática comum da ditadura militar

A Rede Anhanguera de Comunicação (RAC) em matéria publicada no dia 23 de fevereiro de 2015, reproduz práticas típicas de alguns veículos da mídia durante a ditadura militar ao classificar a Rádio Muda como clandestina e tentar criminalizar o movimento de luta pela liberdade de expressão.

A análise  da questão feita pela jornalista Sarah Brito expõe um dos maiores problemas da mídia brasileira, que se auto-denomina veículo de comunicação, mas na prática é composta por empresas que pura e simplesmente defendem interesses próprios, relacionados à manutenção do status quo da mídia brasileira, dominada por antigas oligarquias.

Resposta a matéria publicada no Correio Popular dia 22/02

Como de costume a mídia comercial está mais preocupada em fazer sensasionalismo do que realmente informar as pessoas. Uma amostra disso é a matéria publicada Domingo (22/02) no site do Jornal Correio Popular de Campinas assinada pela jornalista Sarah Brito.

A matéria fala sobre a volta das transmissões da rádio Muda, mas contém uma série de informações falsas que provam que a jornalista em questão é ou despreparada ou mal intencionada:

ZINE MUDA

O primeiro Zine da Muda em 2015.

O primeiro Zine da Muda marcando o regresso da Muda após o golpe de 23-02-2014.

Recebendo a bixarada com muito amor.

Contamos com vocês no pau do zefa!

 

 

 

Pages